top of page

COMO ME APROXIMAR DAS CRIANÇAS?

Atualizado: 7 de dez. de 2022


Quanto você é contratado para um evento que você já realizou no ano anterior ou no mês anterior, você já conhece as crianças, sabe as vezes do que gostam de conversar e como aceitam as atividades, quais atividades mais gostam.


Isso é uma maravilha.



Porém, quando nos deparamos com um evento ao qual não conhecemos nenhuma das crianças, nem mesmo “umazinha” para termos um ponto de contato com as demais. O que fazer?


No decorrer dos meus 14 anos trabalhando com recreação eu desenvolvi algumas técnicas na prática que deram muito certo, porém estudando sobre o assunto, descobri que as técnicas que eu utilizava na prática já existiam na teoria.


Essas técnicas são chamadas de Rapport


Rapport é uma palavra de origem francesa e não tem tradução para o português, entretanto, dentro da PNL (Programação Neurolinguística) criar o Rapport pode ser entendido como o estabelecimento de confiança, harmonia e cooperação em uma relação.


Tudo que o recreador precisa para se aproximar do seu público desconhecido e tornar aquele período o mais agradável e divertido para as crianças.


“Rapport é a capacidade de entrar no mundo de alguém, fazê-lo sentir que você o entende e que vocês têm um forte laço em comum. É a capacidade de ir totalmente do seu mapa do mundo para o mapa do mundo dele. É a essência da comunicação bem-sucedida” (Anthony Robbins)


BENEFÍCIOS DA TÉCNICA
  • É uma das maneiras mais rápidas e eficientes de gerar “confiança” em um diálogo.

  • Confiamos em pessoas que são parecidas conosco, com isso fica mais fácil conversar com as crianças e propor atividades para que eles participem e se divirtam.

  • Quando compreendemos alguém fica mais fácil de conduzi-lo pelo caminho adequado, em nosso caso, a participação das atividades.

  • Aumentar suas relações interpessoais.

  • Aprimorar um relacionamento.

  • Estabelecer confiança de forma instantânea.


ELEMENTOS UNIVERSAIS DO RAPPORT

Sorriso – é a chave universal do Rapport. Por isso, independente de como o recreador esteja emocionalmente (medo, apreensivo, irritado, nervoso) deve-se manter-se profissional, retirar a “caixinha de sorrido do bolso” e manter-se sorridente. Recreação é alegria, brincadeira, diversão.


Otimismo – transmite confiança e sensação de poder. Um recreador seguro do que vai propor, fortalece o aceite das crianças pelas brincadeiras. Se o recreador propor uma atividade sem confiança, certamente o seu público não vai topar realizar tal atividade.


Tratar o outro pelo nome – o som mais lindo que alguém pode ouvir é o do seu nome pronunciado. Eu sei, você não tem boa memória para nomes (eu também não). Mas é super necessário, no mínimo, aprender o nome das pessoas chaves: aniversariantes, melhores amigos, parentes, crianças líderes.


Paciência – saiba ouvir, pois quando alguém fala é porque quer ser escutado. Muitas crianças não tem o contato com os pais ou responsáveis que gostariam. Diante disso, elas não são ouvidas por que deveriam ouvi-las. Nesse caso, se elas quiserem conversar. Converse com elas, talvez naquele momento você é a única pessoa que ela pode contar. Isso gera um ótima aproximação.


COMO CRIAR O RAPPORT?

Para obter Rapport você pode espelhar qualquer parte do comportamento das crianças ajustando o seu comportamento verbal (fala) e não verbal (gestos) para se mover junto com ele. Isso é o mesmo que dar um comando para a mente inconsciente da pessoa, dizendo para confiar em você, pois é parecido com ele.


Esta técnica atinge um nível inconsciente, portanto tem que ser feita com DISCRIÇÃO, ELEGÂNCIA E SUTILEZA, caso contrário acabará irritando a criança, pois parecerá uma pessoa querendo implicar com seu colega imitando todos os seus gestos.


UTILIZANDO NA PRÁTICA COM A RECREAÇÃO

Movimentos Corporais: escolha qualquer movimento do corpo que seja constante e espelhe. Por exemplo, se a pessoa estiver gesticulando muito com os braços, no momento que você voltar a falar repita os mesmos movimentos que o seu interlocutor fez ao se expressar.


Qualidades Vocais: iguale a tonalidade, volume, ritmo, velocidade e etc.


Palavras: use as palavras que ela usa ou/e que coloca ênfase, use também seus termos preferidos, mesmo que estejam errados, mas é o que interessa para a criança. Exemplo: tipo, né, gírias que as crianças sempre utilizam.


Expressões Faciais: levantar sobrancelhas, apertar os lábios, enrugar o nariz e concordar mexendo a cabeça enquanto a pessoa fala.


Posição: fixe seu olhos na mesma altura dos olhos da criança. Ou seja, se for necessário você se agachar, agache-se. Nesse momento você está comunicando que está no mesmo nível dela.


Assunto: se for em uma festa de aniversário que o tema é Batman. Certamente o aniversariante gosta do Batman. Uma ótima aproximação é falar com ele sobre o Batman. Caso não saiba nada sobre a pessoa, visualize as roupas, o que ela usa, qual o desenho das roupas. Se uma menina veste uma camiseta da Barbie, certamente ela gosta da Barbie é uma aproximação para conversar sobre o mesmo assunto.


Estes são alguns dos espelhamentos possíveis, certamente há vários outros. Ressalto que, sempre faça o espelhamento de forma SUTIL, para que assim a técnica se torne eficaz.


Se você tiver dúvidas sobre Recreação nos envie uma mensagem!


REFERÊNCIAS


Se você tiver dúvidas ou contribuições, por favor, insira nos comentários. Ela poderá ajudar tantas outras pessoas incluindo você mesmo!

O Professor Mestre em Ensino Cleber Junior é Mentor de Recreadores com mais de 1 milhão de visualizações em seus vídeos no Youtube. Criador da 1ª formação online para o Recreador de Sucesso no Brasil e do curso online o Recreador do Futuro. Prêmio Melhor Produção de Conteúdo e Influência Digital.

937 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page